play

OUÇA A RÁDIO ROQUETTE-PINTO

94FM

Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade promove seminário em celebração ao Dia Mundial das Cidades

Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade promove seminário em celebração ao Dia Mundial das Cidades
Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade promove seminário em celebração ao Dia Mundial das Cidades

Encontro discutiu Soluções Baseadas na Natureza (SbN) nos temas cidades sustentáveis, saneamento e drenagem urbana

Nesta terça-feira (31/10), Dia Mundial das Cidades, a Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas) promoveu o seminário Soluções Baseadas Na Natureza: Cidades Sustentáveis, Saneamento e Drenagem Urbana. Em parceria com a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (ABEMA), o encontro aconteceu no auditório da Firjan, no Centro da capital fluminense.  

A iniciativa teve como objetivo fortalecer e estimular o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para Soluções Baseadas na Natureza (SbN) nas áreas de segurança hídrica, adaptação às mudanças climáticas, segurança alimentar e conservação da biodiversidade, além de discutir maneiras de avançar na construção de cidades mais sustentáveis e resilientes.

“Esse é um encontro fundamental e único para discutir um tema muito atual e que impacta diretamente na vida de cerca de 17 milhões de fluminenses. As soluções baseadas na natureza são ferramentas que não podemos deixar de lançar mão e, como poder público, precisamos dar apoio e subsídio, com retaguarda técnica”, afirmou o vice-governador e secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha, durante a abertura do evento. 

“Se quisermos garantir qualidade de vida para os próximos anos e construir um mundo melhor para os nossos filhos, precisamos pensar a longo prazo e precisamos, principalmente, de iniciativas como as que estamos discutindo aqui hoje”, pontuou o presidente do Inea, Philipe Campello.

A Abema, parceira da Seas no evento, é uma entidade que reúne as 26 secretarias de estado e 22 autarquias e fundações responsáveis pela implementação da política ambiental no país. A partir de uma série de reuniões e encontros durante o ano, as SbN foram estabelecidas como tema prioritário no âmbito das mudanças climáticas.

“A emergência climática não é falar do futuro, e sim falar do agora. As soluções baseadas na natureza são fundamentais para viabilizar essa nova urbanização, com espaços de lazer, conforto térmico, temperaturas mais amenas nas grandes cidades”, afirmou a subsecretária de Mudanças Climáticas e Conservação da Biodiversidade da Seas, Marie Ikemoto, que também representou a associação de entidades estaduais na ocasião. 

Durante o evento, autoridades das esferas nacionais, estaduais e municipais, além de representantes da iniciativa privada e da sociedade civil, apresentaram o panorama geral sobre Soluções baseadas na Natureza no Brasil e no mundo, bem como discutiram iniciativas de drenagem urbana sustentável e experiências com sistemas de fitorremediação, técnica de descontaminação de solo e água, no estado do Rio de Janeiro.

O seminário Soluções Baseadas Na Natureza: Cidades Sustentáveis, Saneamento e Drenagem Urbana contou com transmissão ao vivo no YouTube e pode ser acessado na íntegra *aqui*.

Dia Mundial das Cidades

O Dia Mundial das Cidades, estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU), visa promover o interesse da comunidade internacional na urbanização global e, neste ano, dá foco ao financiamento de um futuro urbano sustentável para todos. A ideia está diretamente relacionada ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) nº 11, que aborda o tema de cidades inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis.

Neste ano, alinhada às proposições globais, a pasta ambiental fluminense criou a Assessoria Especial de Cidades Resilientes, como forma de aumentar a capacidade de adaptação das cidades em relação aos eventos climáticos extremos. Sob gestão da Subsecretaria Mudanças Climáticas e Conservação da Biodiversidade, a iniciativa vem trabalhando no incentivo e promoção de Soluções Baseadas na Natureza para ajudar as cidades fluminenses no enfrentamento de desafios ambientais.